“Diretora do DETRAN Não Pode Tratar o Povo de Imperatriz Como Cachorro”, Diz Vereador Rildo Amaral.

Imagem: (Crédito Reprodução).

O vereador Rildo Amaral fez duras críticas à direção local do órgão e aos serviços prestados pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran/MA) em Imperatriz. O vereador fez pronunciamento na sessão desta quarta-feira (22) da Câmara Municipal e cobrou providências do governo do estado e da direção estadual para imediata normalização dos serviços.

“O Detran do Maranhão não pode continuar tratando o povo de Imperatriz como cachorro”, desabafou o vereador, aliado do governo estadual mas que avisou “que não pode concordar com o quê está acontecendo”.

Rildo disse que tem recebido inúmeras denúncias de usuários e de despachantes quanto à maneira como são tratados pela diretora do Detran/Imperatriz e também “ao péssimo atendimento, com longas filas, burocracia grande, demora na expedição de documentos”.

“Muitas são as reclamações do público em geral, dos despachantes, da comunidade, pelo horário de atendimento, aquelas questões de serviços básicos, como por exemplo, a impressão de documentos de veículos e motos que são feitos, por exemplo, em Açailândia, e aqui estão se negando a fazer. E várias outras atividades que podemos resolver de maneira rápida aqui e se cria uma burocracia, não se atende o público, não se atende o despachante, e a gente vê que há uma demanda crescente, onde as pessoas estão procurando até o estado vizinho do Tocantins para resolver os problemas porque aqui, além do mau atendimento, se negam a resolver problemas básicos”, denunciou o vereador à reportagem.

Ainda de acordo com o vereador, as principais reclamações dos usuários são quanto “ao mau atendimento por parte da diretora, que está respondendo, a não impressão de documentos, o atendimento inadequado para serviços que são feitos em municípios bem menores que Imperatriz, e principalmente a questão filas, que começa ali pela madrugada e não se resolve um problema que deveria ser resolvido”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *